IV Desfazendo Gênero
IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DESFAZENDO GÊNERO

Corpos dissidentes, corpos resistentes: do caos à lama

Recife - PE de 13 a 15 de novembro de 2019

O IV Desfazendo Gênero, acontecerá em Recife - PE de 13 a 15 de novembro de 2019

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DESFAZENDO GÊNERO

Corpos dissidentes, corpos resistentes: do caos à lama

IV Desfazendo Gênero

Conheça mais sobre o evento

A primeira edição do evento teve como tema “Subjetividade, Cidadania e Transfeminismo” e ocorreu de 14 a 16 de agosto de 2013 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, organizada pelo Núcleo Tirésias, na época coordenado pela professora Berenice Bento. Nesta primeira edição, o Desfazendo Gênero já contou com uma conferência de abertura internacional, de Marie-Hélène Bourcier (Universidade de Lille III), cinco minicursos, oito mesas redondas, uma mostra artística (com teatro e cinema) e a apresentação de pesquisas em 39 grupos de trabalho (GTs). A segunda edição aconteceu em setembro de 2015, sob a coordenação do professor Leandro Colling, a partir do tema “Ativismos das Dissidências Sexuais e de Gênero”. Com a conferência de abertura realizada pela filósofa Judith Butler (Universidade da Califórnia, Berkeley), contou com a participação de aproximadamente 1.500 pessoas, apresentação de 759 trabalhos em 71 Simpósios Temáticos e 50 trabalhos apresentados em pôster, além do lançamento de dezenas de livros, mostras artísticas com shows, performances e peças teatrais. Já a terceira edição ocorreu de 10 a 13 de outubro de 2017, na cidade de Campina Grande, com o tema “Com a Diferença Tecer a Resistência”, sob a liderança do Núcleo de Investigações e Intervenções em Tecnologias Sociais/NINETS, da Universidade Estadual da Paraíba, coordenado pela professora Jussara Carneiro Costa. Nesta edição, o Desfazendo contou com 1.450 pessoas inscritas; recebeu 1.052 propostas de comunicações orais e 52 propostas de pôsteres; possuiu 69 simpósios temáticos, 27 oficinas, 32 minicursos e recebeu a participação da professora Jasbir Puar (Universidade de Rutgers, Nova Jersey) como conferencista de abertura. Todas essas edições do Desfazendo demonstram a capilaridade acadêmico-científica das universidades-sede e das cidades que acolheram o evento, o que torna esse seminário referência nacional e internacional no tocante às questões de gênero e sexualidade e suas intersecções com diferentes marcadores sociais. Como característico nas diferentes versões do Seminário Desfazendo Gênero, o debate está em torno de problemas diversos que envolvem a relação do gênero e da sexualidade com a historicidade das práticas de violência contra pessoas que se enquadram em padrões normalizadores, com marcadores sociais importantes como raça/etnia e classe e com os limites do ativismo social. Diante disso, a abrangência do evento é de grande proporção, reunindo pessoas interessadas de diversas formações e perfis, com predominância para estudantes, pesquisadores/as, professores/as de diferentes níveis de ensino, artistas e ativistas. Os conhecimentos que alicerçam as propostas desse evento são inspirados em uma construção rizomática de desejos/performances/saberes. Para a quarta edição, sob a coordenação dos professores Natanael Azevedo e Iran Melo, ambos da UFRPE, foi escolhido como macrotema “Corpos dissidentes, corpos resistentes: do caos à lama”. Com ele, essa edição reforça o seu caráter político, em sentido amplo, de problematizar e recriar de forma permanente a produção de conhecimento sobre gênero, de compreender que essa produção também é política, de entender que o ativismo também produz conhecimentos e de que todo saber precisa estar a serviço de políticas para que as pessoas respeitem, reconheçam e aprendam com as múltiplas possibilidades de gênero que existem em nossas sociedades

Você sabe o que vai acontecer no IV Seminário Internacional Desfazendo Gênero?
 

Antecipamos um pouco das atividades que estão planejadas para o IV Desfazendo Gênero. Vamos conferir?

Palestras

A organização do IV Desfazendo Gênero está  fazendo contato com pesquisadores/as e instituições que desenvolvem  pesquisas relevantes e inéditas. Teremos debates emergentes e necessários

Simpósios Temáticos

O evento possui ramificações temáticas que servem para vincular os trabalhos produzidos às apresentações.

Publicação

No IV Desfazendo Gênero você tem a oportunidade de  apresentar o seu trabalho e publicar sua pesquisa em ANAIS. Enriqueça seu currículo e interaja com pessoas que pesquisam temas próximos aos seus!

2.500

Público (estimado)

1.500

Trabalhos submetidos (estimado)

50

Palestras (estimado)

70

Convidados (estimado)

Você já conhece Recife/PE?

                                              A cidade do Recife chega ao Século XXI consolidada como uma metrópole, com uma área de 218,435 km2 e uma população estimada de 1.617.183, classificada pelo IBGE.

Cidade

Fundada em 1535, Recife é banhada pelo Oceano Atlântico, cercada de arrecifes e cortada pelos rios Beberibe e Capibaribe. A capital pernambucana é grandiosa em tudo: seja na opulência dos casarios coloniais, na imensidão da orla da praia de Boa Viagem ou na força da cultura do seu povo. A história, a alegria e a espontaneidade do recifense estão marcadas nas manifestações folclóricas e nos folguedos populares que sempre acontecem na cidade. A cidade mostra o vigor cosmopolita e sinaliza uma saudável convivência entre a tradição e a modernidade. Recife é única, encanta pela diversidade e possui um dos folclores mais ricos do Brasil. A cultura permanece viva na veia dos recifenses seja por meio da música, da dança ou do artesanato.

Dentre as muitas alcunhas atribuídas a capital pernambucana, "Veneza Brasileira" é a mais conhecida. O romancista francês Albert Camus esteve no Recife em 1949 e comparou a capital pernambucana a outra cidade italiana ao descrevê-la, em seu livro Diário de Viagem, como a "Florença dos Trópicos".

Local do evento

O Centro de Convenções de Pernambuco é a melhor opção para a realização de eventos, tendo recebido inúmeros congressos de grande porte. O acesso é facilitado, na confluência entre as cidades de Olinda e Recife e localizado nas proximidades de shopping centers, casas de shows, parques de diversão e distante apenas 12km do aeroporto internacional Gilberto Freyre.

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DESFAZENDO GÊNERO

Corpos dissidentes, corpos resistentes: do caos à lama